Análise laboratorial: como evitar erros e ganhar tempo?

Uma análise laboratorial requer muita precisão e os erros devem ser evitados ao máximo, pois ao acontecerem, o retrabalho atrasará o tempo de entrega da análise, além de dificultar o trabalho dos funcionários do laboratório que ficarão, literalmente, estressados e descontentes com a função.

Neste artigo, mostraremos algumas dicas preciosas para você, que atua em um laboratório e entende a responsabilidade de todo o processo laboratorial, evitar erros que prejudicam a boa gestão de laboratórios e que podem gerar prejuízos, desperdícios e resultados pouco promissores. Após a leitura você saberá como ganhar muito mais tempo em seu dia a dia dentro do laboratório. Confira!

Medidas imprescindíveis para evitar erros e ganhar tempo na análise laboratorial

Investir na Tecnologia

A tecnologia tem um papel crucial na inteligência de um negócio que se quer otimizar. Seus benefícios são notáveis:

  • garante processos otimizados (ganho de tempo);
  • integra atividades intra e intersetores;
  • traz automatização.

Além de aumentar a produtividade, permite informações não apenas confiáveis, mas — e isso é fundamental — com 100% de rastreabilidade. A tecnologia possui várias facetas, aqui apresentaremos as aplicáveis ao setor de laboratórios, como a automatização e a utilização de um software pautado na excelência.

1. Automatização

Com processos automatizados, os erros humanos são evitados. Além disso, evita-se a repetição das atividades do analista do laboratório — o que na análise laboratorial pode representar um ganho de tempo inestimável. Com isso, o especialista conseguirá ter uma visão gerencial da sua atividade, não apenas operacional.

2. Software

Os laboratórios devem se apoiar em softwares de qualidade — como o LIMS —para que as melhores decisões sejam tomadas. Essa inteligência artificial gerenciará todo o fluxo de dados do laboratório, sendo a principal solução para alcançar uma gestão assertiva.

Sem as ferramentas que traduzam todos esses dados laboratoriais em informações bastante expressivas, a tarefa do gestor poderá ser de muita complexidade.

Uma implementação de um sistema de informação pode reduzir cerca de 60% dos erros cadastrados. Esse é um número bastante significativo para qualquer laboratório.

O sistema LIMS, por exemplo, possui características que o faz ser capaz de:

  • Monitorar a calibração dos equipamentos de forma individual, além de realizar as correções que possam ser necessárias. Com isso, consegue-se reduzir, consideravelmente, a inevitabilidade das interferências humanas;
  • Interligar-se aos sistemas que monitoram a área produtiva, possibilitando o recebimento das informações instantaneamente, reduzindo expressivamente o tempo que antes perdia-se para identificar as amostras, além de diminuir as chances de trocas de identificação — o que é muito grave em um laboratório;
  • Importar resultados de tudo o que foi analisado diretamente de equipamentos analíticos, o que reduzirá a possibilidade de ocorrer o tempo de transcrição de resultados, bem como os erros de digitação;
  • eventuais alterações nos resultados por todo o tempo em que o resultado ficar no sistema, para que se possa verificar, a qualquer momento, as condições em que a análise foi feita;
  • integrar-se com espectrômetros e outros equipamentos de análise do laboratório garantindo diminuir o tempo despendido ao transcrever dados e os erros que podem estar associados;
  • enviar, ao término da análise, todos os resultados de forma direta para os sistemas que controlam e supervisionam as áreas envolvidas em determinada análise laboratorial;
  • manter o banco de dados com o catálogo que possa rastrear completamente todas as informações fundamentais para a amostra como:
  1. origem das amostras;
  2. data e a hora do recebimento (pelo laboratório), da análise e também liberação dos resultados, os equipamentos utilizados;
  3. nome do analista responsável pela análise.

Benefícios da redução de erros e de tempo na análise laboratorial

1. Para a produção

Quando os colaboradores e gestores encontram resultados em que podem confiar e em menor tempo, poderão tomar decisões corretas e no tempo certo, propiciando:

  • identificar discordâncias (que geram atritos) entre a produção e o laboratório por causa da demora do tempo e dos erros de identificação das amostras;
  • diminuição do tempo de processamento dos lotes;
  • correção ou ajuste da cadeia produtiva devidos às corretas decisões ao ajustar os processos para que ocorram em menor tempo;
  • aprimorar a função da equipe de produção e uso dos materiais (insumos, equipamentos, etc.), para aumentar a disponibilidade dos recursos para aumentar a produção;
  • melhora considerável da eficiência operacional através do melhor manejo dos funcionários — que produzirão mais e ao mesmo tempo — e dos materiais, com menor gasto de energia, com máquinas mais disponíveis, menor consumo de insumos, entre outros;
  • redução do desperdício de energia e matérias-primas;
  • diminuição do retrabalho e dos produtos acabados com não conformidades;
  • aumento da qualidade dos produtos e diminuição de emissões indesejáveis;
  • entre outros benefícios.

2. Para o laboratório

Para quem atua dentro do laboratório, os benefícios também são impressionantes e relevantes, tais como:

  • maior confiabilidade e otimização ao receber os dados das amostras solicitadas por demais sistemas da empresa;
  • diminuição do tempo do envio dos resultados para a produção, já que apenas com a eliminação da etapa de identificação manual de amostras e a transcrição dos resultados da análise acontecem no expressivo tempo de aproximadamente 1 minuto;
  • confiança nos resultados, já que os erros manuais na hora de identificar as amostras, bem como sua transcrição e seus cálculos são eliminados;
  • melhor rastreabilidade dos resultados enviados à produção devido à diminuição (ou eliminação) dos registros em papel e trabalho manual;
  • registro dos dados brutos da análise de maneira simples, rápida e muito confiável;
  • comparação e cálculo dos resultados com os limites determinados para as especificações de forma instantânea e com credibilidade;
  • facilidade para avaliar a condição de uma amostra — ou mesmo de análises já prontas — em qualquer momento;
  • controle rígido do ciclo de vida da amostragem e das tarefas de análise no laboratório;
  • garantia do cumprimento dos requisitos de controle de qualidade analítica laboratorial, como amostras de controle de branco ou padrões, calibração de equipamentos, cartas de controle de análise, etc;
  • entre outras vantagens.

Por tudo o que mostramos, fica evidente que o uso da tecnologia, representada pela automação laboratorial e gerencial impulsionado por um software como o oferecido pela Interfusão, pode otimizar o trabalho e tornar todo o processo da empresa muito mais simples e produtivo.

E então, está se sentindo mais confiante para evitar erros e, assim, ganhar tempo durante a análise laboratorial? Se você possui alguma experiência nesse sentido deixe seu comentário abaixo!

Veja também

Interfusão TI

Criando soluções em LIMS e P&D

LEIA TAMBÉM

Empresa do Grupo