Ir para o conteúdo principal

A palavra “segurança” já indica a importância de manter os seus dados laboratoriais protegidos da violação de sistema. A segurança da informação é necessária em todos os tipos de laboratórios — como os de controle de qualidade de materiais, produtos farmacêuticos, patologia e análises clínicas, inspeção de lotes, análise de combustível, entre outros.

A segurança da informação e proteção dos dados são partes delicadas da prática de rotina laboratorial. Isso porque, todos os dados são sempre importantes e fazem parte de uma cadeia que não pode se dissociar, inclusive, para não perder o sentido.

Um exemplo dessa importância, são os laboratórios da área da saúde, como os de fabricação de produtos farmacêuticos e também os que armazenam dados de pacientes. Isso porque, os laboratórios são obrigados, por lei, a armazenar e a transmitir os dados eletrônicos de tais produtos, dos seus clientes e de pacientes. Resumindo, em qualquer laboratório, ao lado da biossegurança, manter a segurança dos dados é crucial.

Concorda com a gente sobre a importância de impedir a violação do sistema? Abaixo, confira como a segurança da informação laboratorial é fundamental!

Por que a segurança da informação laboratorial é tão importante?

A perda ou quebra de sigilo de dados de saúde pode acarretar em consequências desastrosas para o laboratório e para quem for trabalhar ou consumir seus produtos. A maior conectividade dos sistemas de informação, das estações de trabalho do laboratório e das ferramentas próprias para a internet, além do aumento da demanda para a proteção contínua das informações do laboratório, podem se tornar uma tarefa temerosa.

Afinal, estão em jogo questões de segurança da parte da informática do laboratório relativas a senhas, criptografias de dados, dispositivos biométricos, segurança na internet, antivírus e softwares. Não menos importante, é o potencial impacto que as tecnologias recentes — como os dispositivos móveis — têm na privacidade e na segurança das informações laboratoriais eletrônicas de saúde.

Quais são os fundamentos da segurança da informação?

Para compreender o que segurança da informação representa, é preciso conhecer seus princípios básicos, que são:

  • confidencialidade;
  • confiabilidade;
  • integridade;
  • disponibilidade;
  • autenticidade.

Quais são os problemas para a segurança da informação laboratorial?

Diversas são as razões dos problemas que podem levar a uma violação do seu sistema, como:

  • Erros operacionais: acarretam na entrega de resultados errados para os usuários;
  • Falta de controle de acesso: quando qualquer funcionário tem acesso aos laudos;
  • Falta de controle de ação: quando não é possível identificar a ação das pessoas que participaram do processo de trabalho;
  • Falha na rastreabilidade de todas as fases operacionais;
  • Falha na segurança do sistema: deixa-o sujeito a ação de hackers;
  • Violações voluntárias: causadas propositalmente por roubo de dados.

Quais problemas a falta de segurança da informação pode acarretar?

As consequências das causas citadas podem ser desastrosas. Uma lista mostra os problemas que acontecem com os laboratórios que não aplicam procedimentos de segurança da informação laboratorial:

  • Pagamentos de indenização;
  • Processos na justiça;
  • Marketing negativo;
  • Diagnósticos falso positivo ou falso negativo;
  • Aumento de recall;
  • Perda de registro de produto;
  • Erros de transcrição;
  • Custos elevados de operação;
  • Perda de tempo e materiais;
  • Incapacidade de saber em qual fase da análise está a amostra (rastreabilidade), quando aplicável;
  • Custo de tempo e dinheiro na recuperação das violações propositais;

Como impedir a violação do seu sistema? A seguir, entenda como manter a segurança das informações!

Qual é a importância da gestão na segurança da informação?

Todas as políticas e os procedimentos que resultam das ações que pretendem levar à segurança da informação devem ser programados para evitar, identificar, conter e, se necessário, corrigir possíveis violações de segurança da informação. Um sistema de gestão laboratorial eficiente colabora para garantir a proteção dos dados laboratoriais.

Assim, desde início do processo até a sua conclusão, uma boa administração contribui para que tudo ocorra como o esperado na rotina diária do laboratório.

O sistema ainda pode permitir monitorar todas as fases de trabalho do laboratório, ao estruturar o fluxo de funcionamento, definindo prioridades, identificando gargalos e acompanhando toda a produtividade da equipe. Todos esses métodos permitem aprimorar a tomada de decisão sobre a gestão laboratorial e a distribuição de pessoal, controlando o acesso e a edição de laudos.

Quais são as melhores práticas de segurança da informação?

  • Identificar vulnerabilidades de software e hardware — requerem manutenção periódica;
  • Ter cópias de segurança (backup) — asseguram a disponibilidade da informação;
  • Redundância de sistemas — dispor de infraestrutura replicada (física ou virtual);
  • Eficiência no controle de acesso — firewall, assinatura digital, biometria;
  • Política de segurança da informação — documento com diretrizes comportamentais;
  • Manter a estrutura em nuvem — pode ser pública, privada ou híbrida;
  • Regras de manutenção e tempo de guarda dos materiais laboratoriais bem definida;
  • Cultura da organização;
  • Contratos de confidencialidade;
  • Gestão de continuidade de negócios (GCN).

Qual é a importância de um software de gestão laboratorial?

Um bom software que garanta a automação dos processos laboratoriais diminui radicalmente as chances de erros, por ser possível formar uma rede para trocar informações dos resultados vindos dos equipamentos e dos laboratórios de apoio, reduzindo para praticamente a zero a necessidade da interferência humana. A equipe do laboratório que utiliza o software se beneficia e se resguarda de causar problemas para o laboratório e para realizar melhor o seu trabalho.

Isso porque as chances de ocorrerem erros é muito menor e os resultados são muito mais assertivos. Com isso, todos os funcionários ganham em agilidade e em confiabilidade e os técnicos de laboratório são liberados de tarefas repetitivas, podendo se esmerar em seu trabalho, a fim de se tornar um funcionário diferenciado. Por essas razões, é imprescindível que o seu laboratório adote um sistema que garanta a segurança da informação do laboratório, evitando os erros que prejudicam a seriedade e confiança conquistados com tanto empenho pelo laboratório.

Um exemplo de software que traz todos os benefícios de segurança da informação é o LIMS, o mais difundido pelo mundo, sendo o preferido pelos principais laboratórios! Uma das razões para isso diz respeito, justamente, à segurança da informação laboratorial (incluindo total rastreabilidade das amostras) além da facilidade de uso, automação eficaz e robustez para atender às rotinas laboratoriais. Um ponto a mais para a sua segurança é que ele atende às conformidades e aos requisitos internacionais, como a ISO/IEC 17025.

Quer ficar por dentro de várias outras novidades do setor, bem como de outras dicas para aumentar a segurança da informação laboratorial? Curta a nossa página nas redes sociais e saiba de tudo em primeira mão!

Deixar um comentário

Fechar Menu
EnglishPortugueseSpanish